• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Raio-X: Invicto no returno, Inter visita o Atlético-MG

    Noite de clássico nacional no Mineirão/Foto: Ricardo Duarte

    Depois de 18 meses, o Inter volta a jogar diante de público. Invicto e com 100% de aproveitamento no returno, o Clube do Povo visita o Atlético-MG, na noite deste sábado (02/10), em partida da 23ª rodada do Brasileirão. No Mineirão, o duelo ocorre a partir das 21h, e contará com presença da torcida alvinegra. Confira, a seguir, todas as informações sobre o embate!


    Transmissão 📻

    Dona da jornada mais vermelha do planeta bola, a Rádio Colorada estará ao vivo a partir das 20h deste sábado. Confira a programação da emissora oficial do Clube do Povo, que pode ser acompanhada via Site e APP do Inter!

    Sábado (02/10)Plataformas
    19h30Raio-XInternet e App do Inter
    20hPortões AbertosInternet e App do Inter
    21hJornada EsportivaInternet e App do Inter
    23hVestiário VermelhoInternet e App do Inter
    0hProgramação musicalInternet e App do Inter
    Acompanhe mais uma rodada do Brasileirão na Colorada!/Foto: João Callegari

    As redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) transmitirão o duelo com o tradicional minuto a minuto enriquecido por imagens dos principais lances do jogo. Na TV, Premiere e SporTV anunciam transmissão.


    Pra cima deles! 💪

    Colorado chegou a Belo Horizonte na noite de sexta/Foto: Ricardo Duarte

    Em solo mineiro desde o início da noite de sexta-feira (01/10), o Clube do Povo contou com semana cheia para trabalhar com vistas ao duelo diante do Galo. Sem ir a campo desde o domingo passado (26/09), quando superou o Bahia, no Beira-Rio, por 2 a 0, o time de Diego Aguirre realizou sequência de atividades táticas, técnicas e físicas ao longo dos dias que antecederam a visita ao Atlético-MG. A preparação colorada foi encerrada horas antes do embarque para Belo Horizonte, e contou a realização de exercícios de bola parada no CT Parque Gigante.

    No Mineirão, Aguirre estará desfalcado do lateral-direito Heitor, que ficou em Porto Alegre devido a desconforto na coxa direita. Companheiro de posição do jovem, Renzo Saravia volta a ficar disponível após cumprir suspensão na rodada passada. Quem também retorna ao grupo é Moisés, que recebera seu terceiro amarelo no antepenúltimo jogo disputado pelo Inter. Yuri Alberto, Paulo Victor e Bruno Méndez chegam ao duelo pendurados com dois cartões. Confira os relacionados para a partida:

    Para além dos treinamentos, a semana colorada também contou com entrevistas de Taison e Bruno Méndez. Primeiro a falar, o capitão do Clube do Povo comemorou, em papo exclusivo com o Canal do Inter, a boa fase do time de Aguirre, que já soma oito jogos de invencibilidade no Brasileirão, desempenho atribuído, pelo ídolo, ao empenho apresentado nos trabalhos do dia a dia por todo o grupo.

    “A boa fase se deve a todo mundo que, no dia a dia, dá um pouco de si nos treinamentos. Ao mister Aguirre, o professor Fernando, Paixão, Élio, João. A todo mundo que trabalha, nossa defesa, nosso ataque, os jogadores que, às vezes, não entram no jogo. Nosso treinamento é muito bom, a gente trabalha muito forte. Então, é mérito de todo mundo. Um grupo, sim, se torna vencedor, não o individual. E um grupo vencedor começa do goleiro até os outros que estão na reserva.”

    Taison
    Taison concedeu entrevista exclusiva para o Canal do Inter/Foto: Ricardo Duarte

    Taison também analisou a partida deste sábado. De acordo com o meio-campista, o Inter está pronto para uma partida difícil, diante de adversário que conta com elenco estrelado por craques de toda a América do Sul. O respeito, todavia, também existe de parte do rival, como fez questão de frisar o capitão, que definiu a atual fase alvirrubra como consoante ao cobrado pela rica história do Internacional.

    Foto: Ricardo Duarte

    “Jogar contra o Atlético, em casa ou dentro da deles, é sempre difícil. Tem uma grande equipe, grandes jogadores, o Hulk, o Diego e o Nacho. Temos que estar concentrados para fazer um grande jogo, tentar buscar a vitória desde o início, porque o nosso clube também tem que ser respeitado. O Inter é muito grande para não ser respeitado, e a gente está buscando isso no Brasileiro. No returno, temos uma campanha muito boa, não perdemos ainda, e esperamos não perder.”

    Taison

    Parcela considerável dos bons resultados conquistados pelo Inter precisa ser atribuída à solidez defensiva do time de Aguirre, que não sofre um único gol há quatro partidas. Dos últimos 14 jogos, a zaga passou intacta por 10, tema devidamente abordado na coletiva de Bruno Méndez, uruguaio titular da retaguarda colorada desde a rodada de número 11, a segunda que disputou com a camisa do Clube do Povo – em sua estreia, o charrua ocupou a lateral-direita.

    “Com a chegada do Diego, e eu cheguei com ele, focamos em tomar menos gols. Essa foi a principal coisa. Primeiro, a defesa; depois, o ataque. Como você falou, foram, de 14 jogos, 10 sem tomar gols. Isso é do grupo. Começa com o Yuri, o Paolo, até lá atrás. É graças a todo o time. Eu recebo muita ajuda dos meus companheiros dentro do campo. Isso me deixa confiante para jogar mais solto, tranquilo.”

    Bruno Méndez
    Bruno Méndez assumiu com naturalidade vaga entre os titulares/Foto: Ricardo Duarte

    Bruno ainda comentou a importância do jogo de Belo Horizonte. Com 32 pontos, um a menos do que Corinthians e Red Bull Bragantino, respectivos sexto e quinto, o Inter abriu a rodada na sétima posição. Como os paulistas se enfrentam neste sábado, a partir das 19h, uma vitória sobre o Atlético-MG garante o Clube do Povo no G6 do país. Por isso, a partida é encarada como mais uma decisão no calendário colorado.

    Foto: Ricardo Duarte

    “Hoje em dia, lutamos por um lugar na Libertadores, uma vaga direta. O Campeonato é muito difícil, os times são muito fortes, mesmo os que estão na zona. Agora, temos uma final contra o Atlético-MG, que está na liderança do Brasileirão. Nós trabalhamos não só para esse jogo, mas para todos. O ataque rival é um dos mais fortes do Brasil, não só o ataque, mas todo o time é muito bom. Vai ser um jogo difícil, mas estamos preparados para buscar os três pontos lá, de visitante, como em outros jogos.”

    Bruno Méndez

    Arbitragem 👨‍⚖️

    Luiz Flavio de Oliveira apita, auxiliado por Danilo Ricardo Manis e Miguel Cataneo da Costa. Trio paulista. Quarto árbitro: Leonardo Rotondo Pinto, de Minas Gerais. VAR: José Cláudio Rocha Filho, de São Paulo.


    Rival 🆚

    Galo lidera o Brasileirão/Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

    Líder do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG somou 46 pontos nas 21 partidas que já disputou pelo Nacional. Dono do terceiro melhor ataque, com 32 gols marcados, e da defesa menos vazada da competição, capaz de oferecer apenas 13 tentos aos rivais, o time do técnico Cuca tem oito pontos de folga para o Palmeiras, atual segundo colocado. O panorama, portanto, é positivo, mas menos do que poderia, fruto da eliminação na semifinal da Libertadores da América, ocorrida na última terça (28/09), exatamente contra o Porco.

    A vaga na decisão escapou somente pelo critério do saldo qualificado por gol marcado fora de casa. Após empatar sem gols na ida, disputada no Allianz Parque, o Galo largou em vantagem logo no início da etapa final do Mineirão. Pouco depois, porém, o Palmeiras aproveitou a indecisão de Nathan Silva para dar números finais ao duelo. Infeliz protagonista da eliminação atleticana, o zagueiro ainda conta com grande prestígio junto à comissão de Cuca, consequência da boa temporada que tem feito.

    Nathan Silva é um dos pilares alvinegros/Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

    Se a defesa segue oferecendo certezas inabaláveis à torcida, o mesmo não pode ser dito da linha de frente. Afinal, além de Diego Costa, com lesão muscular, o Galo também estará desfalcado de Eduardo Vargas nesta noite de sábado. Sem o chileno, substituto natural do centroavante hispano-brasileiro, Keno e Savarino passam a disputar vaga ao lado do grande destaque ofensivo do Galo. No caso, Hulk, que já vestiu a camisa alvinegra em 49 ocasiões, e que soma oito gols no Brasileirão de 2021.

    Hulk é o vice-artilheiro do Brasileirão, atrás de Edenilson/Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

    A provável escalação do Atlético-MG para a 23ª rodada do Brasileirão conta com Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair, Nacho Fernández e Zaracho; Hulk e Savarino (Keno). Devido à intensa maratona que seus comandados vivem, Cuca até pode ter que preservar algumas peças – o que não é a tendência. Nesse cenário, nomes como Réver, Guga e Tchê Tchê surgem como os mais cotados a ganhar vaga na nominata inicial.


    Palco 🏟️

    Mineirão recebe o duelo deste sábado/Foto: Ricardo Duarte

    Capacidade para 61.927 pessoas, distribuídas entre anéis superior, inferior e de camarotes. Gramado com 105×68 metros, que representa o ponto central de uma área formada por mais de 254 mil metros quadrados. Terceira partida com público nesta temporada, primeira válida pelo Brasileirão. Estes são alguns números do Estágio Governador Magalhães Pinto, o famoso Mineirão, inaugurado em 5 de setembro de 1965, à época para alocar 130 mil torcedores e torcedoras.


    Retrospecto do confronto 📊

    Índio (3) em ação contra o Atlético-MG em 2009/Foto: Alexandre Lops

    Inter e Atlético-MG já se enfrentaram 91 vezes na história. À frente no retrospecto do confronto, o Clube do Povo soma 38 vitórias sobre o Galo, que já bateu o Colorado em 29 ocasiões. Artilheiro, o duelo, que também presenciou 24 igualdades, registra 236 gols marcados no total. Destes, 125 foram anotados pelo Alvirrubro, 14 a mais do que os tentos rivais.


    Boas lembranças de um Mineirão Alvinegro 🔙

    Yuri marcou no empate de 2 a 2 da temporada passada/Foto: Ricardo Duarte

    Icônica, a relação entre Atlético-MG e Arena Independência não surgiu de uma hora para a outra. No bairro do Horto, o Galo construiu fator local que imperou durante quase toda a década passada, e, muito por isso, o Clube do Povo passou 11 anos sem enfrentar o rival no Mineirão, hiato encerrado apenas na última temporada, quando as equipes empataram em 2 a 2 no Magalhães Pinto. À época, porém, o endereço ainda não recebia público.

    Giuliano garantiu a vitória em 2009/Foto: Alexandre Lops

    A última exibição colorada diante da torcida atleticana no Mineirão ocorreu em 2009. Em partida da antepenúltima rodada do Brasileirão, o Inter, que vivia grande arrancada sob o comando do ídolo Mário Sérgio, conquistou importante vitória de 1 a 0 sobre o rival sudestino. Giuliano, logo aos 15 do primeiro tempo, marcou o gol do Clube do Povo, que foi a campo escalado com Lauro; Danilo, Índio, Bolívar e Kleber; Sandro, Guiñazú, Giuliano e D’Alessandro (Glaydson); Marquinhos (Andrezinho) e Alecsandro (Taison).

    D’Ale, Kleber, Alecsandro e Giuliano comemoram gol colorado/Foto: Alexandre Lops