• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Raio-X: Inter visita o Ceará nesta quarta-feira

    Colorado visita o Ceará nesta quarta-feira/Foto: Ricardo Duarte

    Dia de Inter em campo pelo Brasileirão! O Clube do Povo visita o Ceará nesta quarta-feira (06/10), a partir das 19h, em partida da 24ª rodada do Nacional. Confira entrevista da Rádio Colorada com Rodrigo Cavalcante, repórter do Canal do Vozão, projetando o confronto. A seguir, fique por dentro de tudo sobre o duelo, que ocorre na Arena Castelão!


    Transmissão 📻

    O final de tarde da Rádio Colorada contará com rica cobertura prévia ao confronto, preparada para colocar a Maior e Melhor Torcida do Rio Grande dentro do clima da 24ª rodada do Brasileirão. Confira a programação, que também engloba a narração mais vermelha do planeta bola e o pós-jogo Vestiário Vermelho:

    Quarta-feira (06/10)Plataforma
    17h30Raio-XInternet e App do Inter
    18hPortões AbertosInternet e App do Inter
    19hJornada EsportivaInternet e App do Inter
    21hVestiário VermelhoInternet e App do Inter
    Se tem Inter em campo, tem transmissão especial na Rádio Colorada!/Foto: João Callegari

    As redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) acompanharão o confronto com o tradicional minuto a minuto enriquecido por imagens dos principais lances da partida. Na TV, o Premiere anuncia transmissão.


    Vamo, Inter! 💪

    Colorado encerrou preparativos na manhã desta terça/Foto: Ricardo Duarte

    O Inter construiu uma importante sequência de resultados positivos ao longo da última dezena de rodadas do Brasileirão. Neste período, a comissão de Diego Aguirre contou com semanas cheias para preparar sua equipe antes de cada jogo, realidade distinta da vivenciada nas vésperas da visita ao Ceará. Superado pelo Atlético-MG no último sábado (02/10), o Clube do Povo dispôs de apenas dois dias para encaminhar a equipe que irá a campo no Castelão.

    Enquanto o domingo (03/10) da delegação colorada correu marcado pela logística de retorno a Porto Alegre, as últimas segunda (04/10) e terça-feira (05/10) presenciaram trabalhos fortes no CT Parque Gigante. Inicialmente, o grupo que enfrentou o Galo realizou exercícios regenerativos na academia, além de corridas ao redor do campo, ao passo que o restante da equipe fez atividades com bola, continuadas na véspera do confronto.

    Aguirre comandou atividades no CT Parque Gigante/Foto: Ricardo Duarte

    O embarque alvirrubro para a capital cearense ocorreu no início da tarde de terça, horas depois do último treino preparativo ao embate. Convocados para as respectivas seleções de Brasil, Peru e Chile, o meio-campista Edenilson, o meia-atacante Palacios e o centroavante Paolo Guerrero desfalcam a delegação que buscará os três pontos no Nordeste, bem como Victor Cuesta, suspenso, Boschilia e Juan Cuesta, entregues à fisioterapia, e Taison e Lucas Ribeiro, com sintomas gripais. Confira os relacionados para o duelo:

    Titular na rodada passada, quando retornou após cumprir partida de suspensão, e à disposição para enfrentar o Ceará, o lateral-direito Renzo Saravia concedeu entrevista exclusiva para o Canal do Inter nesta terça-feira. No papo, o argentino projetou o confronto do Castelão, destacado como de início de uma nova fase para o Clube do Povo no Brasileirão, marcada pelo menor intervalo de tempo entre a disputa de cada duelo.

    “Mais um jogo muito difícil. Vamos em busca da vitória, como fazemos em todos os jogos. Tivemos poucos dias para trabalhar, mas estamos focados, com muita gana e muito entusiasmados para buscar os três pontos. Agora, temos menos tempo de trabalho, mas sabemos que este mês vai falar muito. Temos que estar fortes, focados, e tratar de conseguir a maior quantidade de pontos nessa sequência.”

    Renzo Saravia
    Renzo tem condições de jogo para esta quarta-feira/Foto: Ricardo Duarte

    Saravia também repercutiu a atual fase do Clube do Povo, que abriu a rodada na sétima colocação do país, dono de 32 pontos. O revés para o Galo, atual líder da competição, encerrou sequência de oito jogos de invencibilidade do time de Aguirre, que também não era vazado há quatro partidas. Exatamente por isso, Renzo fez questão de destacar as coisas boas que o time precisa levar para o embate contra o Vozão.

    Temos encontrado essa solidez que buscamos, de sofrer poucos gols e criar muitas situações. É o que estamos fazendo, e estamos crescendo como equipe. Vínhamos evoluindo o nível individual também. No último jogo não saímos com a vitória, mas foi uma partida boa, importante, contra um dos melhores times do Brasil e no campo deles. Creio que fizemos um bom trabalho, existem muitas coisas positivas para tirar, e temos que continuar trabalhando, porque resta muito por vir.

    Saravia


    Arbitragem 👨‍⚖️

    Rodolpho Toski Marques, auxiliado por Victor Hugo dos Santos e Sidmar dos Santos Meurer, todos do Paraná. Quarto árbitro: Luciano da Silva Filho, do Ceará. VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral, do estado de São Paulo.


    Rival 🆚

    Vozão busca engrenar sob novo comando/Foto: Stephan Eilert/Ceará

    O Ceará contou com mais de 10 dias para se preparar para o duelo desta quarta. No último final de semana, o Vozão, que visitaria o Bahia, não foi a campo devido ao acordo entre clubes e CBF pelo adiamento de partidas que ainda não contariam com público nos estádios. O período sem jogos foi aproveitado ao máximo pelo técnico Tiago Nunes, que ainda não conquistou a totalidade da torcida alvinegra, como revelou Rodrigo Cavalcante.

    “O Tiago herdou o time tendo 14 dias para trabalhar, e se esperava, contra o Grêmio, uma atuação diferente pelo menos no comportamental, mas se viu a mesma coisa dos tempos de Guto. Não conseguiam finalizar, nem criar. Contra o Santos, uma semana depois, o time não consegue se comportar também, e o Tiago deu uma coletiva dizendo que viu evolução. O torcedor ficou “pistola”. Até que veio o jogo contra a Chapecoense, com mais possibilidades. Os defeitos, parece, diminuíram.”

    Rodrigo Cavalcante
    Tiago Nunes já comandou o time em três partidas/Foto: Stephan Eilert/Ceará

    Embalado após lutar por vaga na Libertadores até as rodadas finais do Brasileirão passado, o Ceará abriu a temporada de 2021 com postura bastante agressiva no mercado. Históricas pelos valores registrados, as movimentações do clube na janela de transferências despertaram grande expectativa na torcida, que ainda não teve sua ambição atendida dentro de campo. As frustrações explicam porquê Guto Ferreira, com mais de 15 meses à frente da equipe, foi demitido em agosto passado.

    “O extracampo do Ceará, a nível financeiro, é muito bom. O investimento foi alto, as expectativas também, mas os resultados não são os que o torcedor esperava. Todos os esforços foram feitos. A folha já tem, de longe, o maior patamar da história do Vozão, mas o time, que tinha por objetivo pelo menos dois títulos na temporada, não viu nada disso acontecer, e a pressão veio com muita força, o que resultou na demissão do Guto Ferreira.”

    Rodrigo Cavalcante
    Mendoza foi um dos contratados no início da temporada/Foto: Felipe Santos/Ceará

    Eliminado de maneira precoce tanto na Sul-Americana quanto na Copa do Brasil, e vice-campeão estadual e regional, o Ceará tem no Brasileirão sua grande chance de redenção para a temporada. O time, que abriu a rodada na 12ª colocação, somou 28 pontos nas 21 rodadas que já disputou, e briga por vaga na Libertadores do ano que vem. Curiosamente, a principal esperança para voos continentais reside não nas contratações do início do ano, mas, sim, nos jogadores revelados pelas categorias de base.

    “O lado de campo foi entregue a jogadores das categorias de base, como o Kelvyn e o Rick. Aqueles de quem mais se esperava, como Mendoza e Yony, não conseguiram entregar, algo que pega muito para o torcedor, que já comprou a ideia de colocar o pessoal daqui. Viu-se que os medalhões não estão surtindo efeito, e se deposita na base esse papel. Agora, vamos para o primeiro jogo com público, mas, nas redes sociais, nota-se uma paciência muito maior com esses jogadores, uma ideia de valorizar quem é nosso.”

    Rodrigo Cavalcante
    Cria da casa, Rick virou titular ao longo do Brasileirão/Foto: Israel Simonton/Ceará

    O duelo desta quarta-feira marcará o retorno da torcida alvinegra para os estádios. Reforço tratado como decisivo para o Ceará construir um segundo turno mais competitivo, o público deverá assistir aos seguintes nomes como titulares do Vozão contra o Inter: João Ricardo; Igor, Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fernando Sobral e Marlon; Erik, Vina e Kelvyn; Cléber.


    Palco 🏟️

    Apelidado pelos alvinegros de ‘Arena Vozão’, o Castelão receberá a torcida cearense, nesta quarta-feira, pela primeira vez em 573 dias. Inaugurado em 1973, o Estádio foi amplamente remodelado para a disputa da Copa do Mundo de 2014. Palco que figura entre os principais do futebol brasileiro, o endereço conta, atualmente, com capacidade para 60.326 pessoas.


    Retrospecto do confronto 📊

    Damião comemora gol marcado em 2018/Foto: Ricardo Duarte

    O duelo entre Inter e Ceará é marcado por intenso equilíbrio ao longo dos anos. Até hoje, cada equipe venceu oito dos 23 encontros já registrados entre Clube do Povo e Vozão, enquanto o empate de 1 a 1 no primeiro turno, no Beira-Rio, foi o sétimo na história do confronto.


    Último encontro no Castelão 🔙

    Caio abriu o placar para o Inter/Foto: Ricardo Duarte

    O duelo desta quarta-feira reedita a partida que abriu os calendários de Inter e Ceará em 2021. No último dia 7 de janeiro, o Castelão sediou confronto entre Vozão e Clube do Povo pela 28ª rodada do Brasileirão da temporada passada. Envolvidos na luta pela Libertadores, os dois times dividiram o domínio da partida, que presenciou 45 minutos de controle para cada lado.

    Os donos da casa, porém, não transformaram seu controle em gols, enquanto o Colorado foi letal no segundo tempo. Caio, aos sete, e Yuri, aos 31, garantiram o 2 a 0 alvirrubro, resultado que, à época, representou o quarto triunfo consecutivo do Inter no Brasileirão, e levou o time de Abel Braga aos 50 pontos na tabela de classificação.

    Yuri fechou o placar no Castelão/Foto: Ricardo Duarte