• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Raio-X: detalhes da decisão na Bombonera

    Dia de decisão! O Colorado visita o Boca Juniors, a partir das 21h30 desta quarta-feira (09/12), para a disputa do duelo de volta das oitavas de final da Libertadores da América. Na Bombonera, o Inter busca reverter a desvantagem após derrota por 1 a 0 no jogo de ida, ocorrido na última semana, no Beira-Rio. Confira tudo sobre o clássico em território hermano!


    Pra cima deles, meu Inter!

    O Inter já está em Buenos Aires. O desembarque da delegação colorada ocorreu no final da tarde de terça-feira (08/12), horas após a realização do último treino preparativo para o duelo. No CT Parque Gigante, o técnico Abel Braga comandou atividade tática com os prováveis 11 atletas que iniciarão a jornada em solo argentino.

    Diante do Boca Juniors, Cuesta e Rodinei, que cumpriram suspensão na quarta passada, voltam a ficar disponíveis, bem como Edenilson, recuperado de Covid-19, e a dupla Moisés e Abel Hernández, que retorna de lesão. Em relação a última rodada do Brasileirão, o regresso fica por conta de Rodrigo Moledo.

    O duelo na Bombonera será o primeiro em três semanas a contar com a presença de Abel na casamata colorada. Após testar positivo para o novo coronavírus, o comandante alvirrubro cumpriu o protocolo de quarentena. Plenamente recuperado, ele agora retorna ao banco de reservas em momento decisivo. A volta do técnico foi, inclusive, um dos temas repercutidos por Patrick em entrevista coletiva concedida na manhã desta terça. Confira a íntegra da fala do Pantera:

    “O professor Abel me dá liberdade para fazer o que eu vinha fazendo, para ajudar a equipe do jeito que vinha ajudando. Acredito que tenho como fazer o que sempre fiz: ajudar meus companheiros na marcação, e ofensivamente pisar na área. O importante é, do jeito que o Abel preferir me colocar, eu dar meu melhor e corresponder.”

    Patrick

    Transmissão

    Dia de Inter é dia de Rádio Colorada! A emissora oficial do Clube do Povo estará ao vivo a partir das 20h30, horário de apresentação do Portões Abertos, pré-jogo legitimamente alvirrubro. A Jornada Esportiva começa às 21h15, e será sucedida, ao soar do último apito, pelo Vestiário Vermelho, atração que repercute, através de entrevistas exclusivas e também coletivas, todos os detalhes do confronto recém-encerrado. Ouça a Mais Vermelha no FM 95.5 ou via Site e APP do Inter.

    Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para Android

    Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para IOS

    Como sempre, as redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) apresentarão o mais completo minuto a minuto da internet, recheado de imagens compartilhadas de maneira instantânea. Na TV, a Conmebol TV transmite com exclusividade. Confira a numeração do canal:

    Conmebol TV:
    Claro: 711, 712, 713 e 714.

    Sky: 220 e 221 – HD: 620 e 621.

    Arbitragem

    Roberto Tobar apita, auxiliado por Christian Schiemann e Claudio Rios. VAR: Julio Bascuñan. Quarteto chileno.


    O caminho para avançar

    Derrotado por 1 a 0 na última quarta-feira, o Clube do Povo só sairá da Bombonera classificado em caso de vitória sobre o Boca Juniors. Repetindo o placar do Beira-Rio, o Inter leva a decisão para os pênaltis, enquanto demais triunfos por um tento ou mais de diferença garantem, graças também ao critério do gol fora de casa, vaga colorada nas quartas.

    Empate ou novo revés resultam em vaga para os xeneizes. Quem avançar do duelo enfrenta, na luta para chegar às semis da América, o Racing da Argentina. Confira o chaveamento da competição:

    Grêmio x SantosRiver Plate x Nacional
    SEMIFINALFINALSEMIFINAL
    Racing x Inter/Boca JuniorsLibertad x Palmeiras

    *Equipes em negrito decidem em casa


    O rival

    O Boca Juniors garantiu, no último final de semana, classificação para o hexagonal semifinal da Copa Diego Armando Maradona, nome dado ao Campeonato Argentino desta temporada. Diante do Talleres, fora de casa, o técnico Miguel Ángel Russo poupou alguns jogadores e conquistou importante ponto, assegurado após empate sem gols na cancha adversária. Os xeneizes agora duelarão contra River, Racing, San Lorenzo, Huracán e Independiente por uma vaga na final.

    Sebastián Villa enfrentou o Talleres/Foto: Twitter Boca Juniors, DVG

    Desde que assumiu o comando xeneize, Russo comandou a equipe em 21 ocasiões. Campeão argentino no semestre passado, o técnico, último a vencer a Libertadores pelo Boca, em 2007, soma 15 vitórias, quatro empates e apenas dois reveses na atual passagem. No torneio continental, já são cinco triunfos e duas igualdades, com 11 gols marcados e somente um sofrido.

    Miguel Ángel Russo/Foto: Twitter Boca Juniors, DVG

    Os rivais desta quarta-feira estão cada vez mais adaptados ao esquema 4-2-3-1, que tem em Carlitos Tevez o comandante de ataque. Pela direita, Toto Salvio desponta com grande faro artilheiro, enquanto o corredor esquerdo é ocupado pelo velocista Villa.

    Cada vez mais prestigiado junto à torcida xeneize, Cardona é o armador. Embora letal na frente, o quarto ofensivo do Boca por vezes apresenta comportamento falho na recomposição, oferecendo espaços que podem ser decisivos para as pretensões do Inter na Bombonera.

    Cardona é o armador xeneize/Foto: Twitter Boca Juniors, DVG

    Preservados no domingo passado (06/12), Tévez, Salvio, Buffarini e Lisandro López devem retornar a campo diante do Inter. Assim, a probabilidade maior é de que Russo repita a formação que atuou no Beira-Rio. Na ocasião, iniciaram a partida o goleiro Andrada; os defensores Buffarini, Lisandro, Izquierdoz e Fabra; os volantes Campuzano e Capaldo; os meias Salvio, Cardona e Villa; e o atacante Tevez.

    Lista de relacionados divulgada pelo Boca para esta quarta-feira

    Palco

    Inaugurado no dia 25 de maio de 1940, o Estádio Alberto José Armando é um templo do futebol mundial. Conhecido como La Bombonera, apelido que faz referência ao formato do palco, parecido ao de uma caixa de bombons, destaca-se como uma das canchas mais temidas do planeta.

    Torcida colorada invadiu a Bombonera em 2008

    O campo do Boca Juniors conta com capacidade para cerca de 50.000 pessoas. Além da equipe xeneize, o endereço também é muito utilizado pela Seleção Argentina, especialmente em momentos mais delicados para o time hermano, que não hesita em apostar na força das arquibancadas como um acréscimo na busca por grandes resultados.


    Retrospecto equilibrado

    Inter e Boca Juniors disputam duelo de gigantes sul-americanos. Confronto de envergadura rara no futebol mundial, o embate já viveu nove capítulos até hoje. Destes, cada equipe encerrou quatro como vencedora, números que se somam a um empate na construção do retrospecto, que ainda conta com 14 tentos colorados e 15 xeneizes.


    Último encontro na Bombonera

    O dia 6 de novembro de 2008 entrou para a história do Internacional. Credenciado por importante triunfo de 2 a 0 no jogo de ida, o Clube do Povo pisou no gramado da Bombonera decidido a avançar para as semifinais da Sul-Americana. Para tanto, sequer buscou apoio na vantagem obtida nos primeiros 90 minutos, e tratou de pressionar o Boca Juniors, apesar da distância de Porto Alegre.

    No segundo tempo, Magrão abriu o placar logo cedo. Riquelme, minutos depois, até empatou, em cobrança de pênalti por pouco não defendida por Lauro, goleiro que teve grande exibição naquela primaveril noite. Alex, porém, vivia temporada rara, e após excelente assistência de D’Alessandro, marcou o segundo do Inter e último da noite. Fim de jogo, Clube do Povo classificado!