• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Raio-X: Clube do Povo visita o Santos na 17ª rodada do Brasileirão

    Colorado enfrenta o Peixe na Vila/Foto: Ricardo Duarte

    Em busca da terceira vitória seguida no Brasileirão, o Clube do Povo visita o Santos, a partir das 18h15 deste domingo (22/08), pela 12ª rodada nacional. Confira entrevista da Rádio Colorada com Felipe Noronha, youtuber e comentarista, projetando o duelo da Vila Belmiro. A seguir, você encontra todas as informações sobre a partida!


    Transmissão 📻

    Com início previsto previsto para as 17h deste domingo, a cobertura da Rádio Colorada oferecerá conteúdo produzido com o legítimo DNA torcedor para o povo vermelho! Confira a programação da Mais Vermelha, que também transmitirá, durante a manhã, a partida de volta das quartas de final do Brasileirão A1, entre Gurias Coloradas e São Paulo.

    AtraçãoPlataforma
    10h30Portões Abertos
    (São Paulo x Gurias Coloradas –
    Quartas de final/Brasileirão A1)
    Internet e App do Inter
    11hJornada Esportiva
    (São Paulo x Gurias Coloradas –
    Quartas de final/Brasileirão A1)
    Internet e App do Inter
    13hVestiário Vermelho
    (São Paulo x Gurias Coloradas –
    Quartas de final/Brasileirão A1)
    Internet e App do Inter
    13h30Programação musicalInternet e App do Inter
    17hRaio-X
    (Santos x Internacional –
    17ª rodada/Brasileirão)
    Internet e App do Inter
    17h30Portões Abertos
    (Santos x Internacional –
    17ª rodada/Brasileirão)
    Internet e App do Inter
    18h15Jornada Esportiva
    (Santos x Internacional –
    17ª rodada/Brasileirão)
    Internet e App do Inter
    20h15Vestiário Vermelho
    (Santos x Internacional –
    17ª rodada/Brasileirão)
    Internet e App do Inter
    21h30Programação musicalInternet e App do Inter
    Brasileirão 2021, para o povo vermelho, é na Rádio Colorada!/Foto: João Callegari

    As redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) apresentarão o minuto a minuto da partida deste domingo, enriquecido por imagens dos principais lances do confronto. Com imagens, o Premiere anuncia transmissão.


    Vamo, Inter! 💪

    Noite de sábado contou com atividades na academia para o grupo/Foto: Ricardo Duarte

    A semana colorada foi de preparação para a partida na Baixada Santista. Iniciados ainda na segunda-feira passada (16/08), os treinos no CT Parque Gigante serviram de regra para a rotina do elenco do Clube do Povo, que embarcou para São Paulo neste sábado (21/08). Da capital, o grupou seguiu até Santos, onde encerrou os preparativos com a realização de atividades na academia do hotel em que está concentrado.

    Na Vila Belmiro, o técnico Diego Aguirre não poderá contar com o lateral-direito Renzo Saravia, lesionado. Em seu lugar, Heitor e Mercado despontam como as principais alternativas no elenco colorado, que não tem nenhuma baixa por suspensão. Pendurados, por outro lado, são três: Dourado, Lindoso e Paulo Victor. Aos cuidados do DM, quem também ficou em Porto Alegre foi o meia Mauricio.

    Inter chegou a Santos na tarde deste sábado/Foto: Ricardo Duarte

    A tradicional entrevista exclusiva de véspera de partida para o Canal do Inter foi concedida pelo volante Rodrigo Lindoso. Titular nos últimos dois confrontos disputados pelo Clube do Povo, o camisa 19 projetou o duelo das 18h15, embate que entende como dos mais promissores desta 12ª rodada.

    “Tem tudo para ser uma grande partida, né? A gente vem em uma evolução boa, e acho que eles também são muito fortes jogando dentro de casa. Vai ser um jogo bem duelado, e esperamos que o Inter possa ser o vencedor.”

    Rodrigo Lindoso

    Em boa fase, o Inter chega à Vila Belmiro com grandes pretensões. Após golear o Flamengo, há duas rodadas, no Maracanã, o Clube do Povo voltou a marcar quatro gols no domingo passado (15/08), quando despachou o Fluminense, no Beira-Rio, por 4 a 2. O momento positivo, porém, não ilude Lindoso, que sabe das dificuldades que aguardam o Colorado no litoral paulista.

    “Eu penso que cada jogo é uma nova história. Eles olharam alguns jogos nossos, principalmente os últimos dois, e também vão estar preparados. Não adianta a gente achar que vai ser sempre a mesma coisa. Claro que pegamos algumas coisas das últimas partidas, mas trabalhamos para essa focados naquilo que eles fazem. Temos que ter tranquilidade, aproveitar que vivemos um bom momento e usar isso a nosso favor.”

    Rodrigo Lindoso

    As vitórias sobre a dupla Fla-Flu apresentaram uma nova maneira de jogar do Clube do Povo. Desde o 4 a 0 no Maracanã, Aguirre arma o Inter com duas linhas de quatro mais bem definidas. No meio de campo, Edenilson e Patrick assumiram os respectivos corredores direito e esquerdo, enquanto Dourado e Lindoso são os responsáveis pelo centro. Novidade, a formação tem sido bem executada graças ao entrosamento de longa data das peças – que tende a crescer ainda mais.

    “Eu, Ed e Patrick jogamos mais vezes juntos principalmente em 2019 e em boa parte de 2020. Temos um entrosamento legal. Já eu e Dourado juntos tinha acontecido poucas vezes, então acho que ainda tem muita coisa para dar certo, como já aconteceu nos últimos dois jogos. Tem muito para entrosar e, como já temos Ed e Patrick que vêm juntos desde 2018, eles estão ajudando nessa parte.”

    Rodrigo Lindoso

    Dono de 21 pontos, o Inter abriu a 12ª rodada na nona colocação do país, em condições de ultrapassar, em caso de vitória sobre o Santos, o Atlético-GO, atual sexto. Até aqui, o Clube do Povo já conquistou cinco vitórias e seis empates no Brasileirão, além de ter marcado 20 gols, o mesmo número de tentos sofridos. Edenilson, com oito bolas enviadas às redes, é o artilheiro não apenas do Colorado, mas da competição, posto que divide com Gilberto, do Bahia.

    Inter quer se aproximar da metade de cima da tabela/Foto: Ricardo Duarte

    Arbitragem 👨‍⚖️

    Wagner do Nascimento Magalhães apita, auxiliado por Michael Correia e Thiago Henrique Neto Farinha. Trio carioca. Quaro árbitro: Lucas Canetto Bellote, de São Paulo. VAR: Rodrigo Carvalhães de Miranda, também do Rio de Janeiro.


    Rival 🆚

    Rival vive fase turbulenta/Foto: Ivan Storti/Santos

    O Santos não vive bom momento na temporada. Além de somar apenas uma vitória nas últimas seis rodadas que disputou no Brasileirão, o Peixe foi eliminado da Sul-Americana na quinta-feira passada (19/08). Fora de casa, o time de Fernando Diniz perdeu por 1 a 0 e deu adeus ao sonho do título continental, frustração que, de acordo com Felipe Noronha, não fugiu da regra das mais recentes atuações alvinegras.

    “O trabalho do Diniz é contestado porque, quando ele chegou, a torcida começou a enxergar um pouco da cara dele. Existiram bons jogos. Mas, contra retrancados, o Santos não ganha nem por decreto. Não consegue entrar na área, fica chuveirando. Foi assim nos últimos 10 jogos: um desastre. A eliminação foi consequência de partidas horrorosas. Está muito feia a situação atual.”

    Felipe Noronha
    Fernando Diniz encara contestações da torcida/Foto: Ivan Storti/Santos

    O recente retrospecto poderia ser ainda pior não fosse por João Paulo. Titular do Santos desde a lesão de John, o goleiro assumiu com autoridade a meta alvinegra, e tem brilhado com milagres que, se não garantem destacada invencibilidade para a equipe santista, pelo menos evitam maior sangria no saldo de gols.

    “O João tem sido a única esperança de sanidade para o santista, e eu juro que não é exagero. Ele faz milagres. Não são defesas comuns, mas sim grandes lances. O jogo contra o Libertad foi 1 a 0, mas, se fosse três ou quatro, seria aceitável. Ele busca bolas impossíveis. É a única esperança da torcida, mas uma bola entra, e não é culpa dele.”

    Felipe Noronha
    João Paulo é o grande destaque santista/Foto: Ivan Storti/Santos

    Sobre a baixa efetividade do ataque, parte da atual inoperância passa por uma mudança forçada no time titular. Com a saída de Kaio Jorge para a Juventus-ITA, o Santos ficou sem um jogador capaz de assumir a responsabilidade do comando da linha de frente. Diniz, então, tentou buscar maior mobilidade, mas a iniciativa ainda não surtiu o efeito esperado.

    “Com Marinho e Soteldo, o Kaio recebia no meio, girava e acionava um dos pontas na velocidade. Funcionava. Quando passou a não ter o Soteldo, o nível caiu. Com a lesão do Marinho, desabou, e, sem o Kaio, o ataque passou a inexistir. Nos últimos três jogos, o time teve dois atacantes, Marcos Guilherme e Lucas Braga, que não são finalizadores, e o Pirani pela esquerda.”

    Felipe Noronha

    Contra o Clube do Povo, Fernando Diniz estará desfalcado de Marcos Guilherme. Além dele, Marinho, John, Jobson, Sandry e Zanocelo seguem fora, lesionados, enquanto Kaiky, baixa no jogo passado por suspensão, agora está indisponível por problemas musculares. Assim, os prováveis 11 do Peixe são: João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Wagner e Felipe Jonathan; Sánche\, Camacho e Jean Mota; Pirani, Marcos Leonardo e Lucas Braga.


    Palco 🏟️

    Dia de Inter e Santos na Vila mais famosa do país/Foto: Ricardo Duarte

    As origens da Vila Belmiro, conhecido alçapão santista, nos convidam a viajar para os primeiros anos do Século XX – mais precisamente, até 31 de maio de 1916. Na data, o Santos decidiu pela compra de um terreno de 16.500m² para a construção de sua nova casa. Inaugurado em 12 de outubro do mesmo ano, o endereço é nomeado, desde 1933, em homenagem a Urbano Caldeira, histórico benfeitor alvinegro.


    Retrospecto do confronto 📊

    Equipes dividem mesmo número de vitórias/Foto: Alexandre Lops

    Pelé contra Falcão. Beira-Rio versus Vila Belmiro. Meninos da Vila diante do Celeiro de Ases. Engrandecido por substantivos de raro quilate, o histórico do duelo entre Inter e Santos está marcado pelo equilíbrio. Até hoje, cada equipe superou a outra em 28 ocasiões, além das 22 igualdades registradas ao longo de 78 encontros. O número de gols marcados, acredite se quiser, também, é o mesmo: 96 para cada lado.

    Clássico sempre envolve grandes clássicos/Foto: Alexandre Lops