• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Gurias goleiam Juventude por 8 a 0 na abertura do Gauchão Feminino

    Mariana Pires teve atuação destacada em Flores da Cunha/Foto: Gabriel Tadiotto/Juventude

    As Gurias Coloradas enfrentaram o Juventude, na tarde deste domingo (19/09), em Flores da Cunha. Válida pela primeira rodada do grupo B do Gauchão, a partida, disputada no Estádio Homero Soldatelli, foi encerrada com goleada de 8 a 0 do Clube do Povo, gols Rafa Travalão, Djeni e Wendy, todas essas com dois tentos cada, e Maranhão e Kamile.

    Líderes da chave B e donas do melhor resultado desta primeira rodada estadual, as Gurias voltam a campo daqui a dois domingos. No dia três de outubro, o time de Maurício Salgado recebe o Elite, no Sesc Protásio Alves, para a disputa da segunda rodada do Gauchão. Vale lembrar que as chaves do Rio Grande do Sul serão realizadas em turno e returno, para só então serem conhecidas as equipes classificadas às semifinais.

    Duda Flores foi uma das jovens atletas que ganhou minutos neste domingo/Foto: Gabriel Tadiotto/Juventude


    Rafa brilha no primeiro tempo

    As Gurias Coloradas foram a campo com novidade. Pela primeira vez em sua carreira profissional, Maranhão iniciou partida como titular, escalada na ponta-direita do ataque do Internacional. Além dela, Wendy e Rafa Travalão formaram a linha de frente do Clube do Povo, municiada por Djeni Becker e Mariana Pires. Com estes nomes, e envolvente desde o primeiro minuto, o time de Maurício Salgado abriu o placar aos 18, quando a camisa nove uruguaia serviu a 11, que apenas teve o trabalho de cutucar para as redes abertas e inaugurar o marcador.

    Bruna Benites voltou a empunhar a braçadeira colorada/Foto: Gabriel Tadiotto/Juventude

    Rafa voltou a balançar a rede aos 44. Diante da audaciosa postura do Juventude, que adiantava suas linhas para diminuir o campo disponível às avantes coloradas, a camisa 11 se posicionou no limite da linha de impedimento adversária, e foi percebida por Djeni Becker. Com açúcar, a meio-campista serviu Travalão, que invadiu a área pela esquerda e, cara a cara com Mari, finalizou no canto oposto ao escolhido pela goleira. A vitória parcial de 2 a 0 abria o intervalo em Flores da Cunha.


    Gurias dão show na etapa final

    Diferente do gol ou da assistência, o penúltimo passe não entra para as estatísticas. Ou melhor, não entrava. Afinal, Mariana Pires certamente convenceu os estudiosos a respeito da importância de um lance que ofereça às companheiras condições de finalizar uma trama ofensiva. Aos sete minutos, a camisa 10 deixou Rafa livre, leve e solta para invadir a área pela direita. Solidária, a atacante devolveu o favor que recebera de Djeni, ainda na etapa inicial, para servir a camisa oito, que marcou o terceiro.

    Mari Pires joga 10!/Foto: Gabriel Taditto/Juventude

    A vantagem de três gols deu segurança para Maurício Salgado promover mudanças no time. Anunciada pelo Inter na última quinta-feira (16/09), a lateral Ariely substituiu a quase xará Ariane para fazer sua estreia pelas Gurias. Quem também disputou sua primeira partida como profissional colorada foi Kamile, substituta de Travalão. Junto das debutantes, ainda entraram Duda Flores e Vick, crias da base, e a guerreira Thessa. Com fôlego renovado, o Clube do Povo não teve problemas para seguir na pressão.

    Aos 13, Maranhão recebeu lindo lançamento de Vivi e, dentro da área, assistiu Kamile, que completou para as redes. Anulado por impedimento, o quarto gol saiu no minuto seguinte, quando as peças se inverteram e, após cobrança rápida de lateral feita por Vick, a jovem centrovante deixou a companheira com o gol aberto para transformar a vitória em goleada. O tento da camisa 29 ainda era comemorado quando Wendy progrediu pela direita, trombou com a zagueira, escorregou, se levantou, girou e, mesmo cercada por três, finalizou de canhota. Inter 5 a 0.

    Polivalência de Isa Haas foi posta à prova mais uma vez/Foto: Gabriel Tadiotto/Juventude

    Entre os gols quinto e sexto, o intervalo de tempo foi maior, suficiente para Mayara substituir Vivi, e também para a realização de parada técnica. Retomado o confronto, Ariely, na casa dos 27 minutos, lançou Wendy com bonito passe rasteiro. Inteligente, a camisa nove fintou a zaga com o corpo, mas não pôde finalizar por conta de falta da zagueira. Dentro da área, a irregularidade foi assinalada como pênalti, que Djeni converteu com perfeição para marcar mais um.

    O placar voltou a ser movimentado aos 41, quando Wendy marcou aquele que pode ser definido como o gol mais bonito da tarde. Acionada por Thessa, Mariana Pires aplicou até janelinha na adversária antes de abrir jogo para Maranhão. Inteligente, o passe foi interceptado pela zagueira Hellen, que não conseguiu afastar o perigo em defintivo. Antes dela, Kamile recuperou a posse, invadiu a área e mandou chute forte, que a goleira Mari, de grande atuação, espalmou. Para azar da arqueira, o rebote foi da uruguaia colorada, que dominou levantando a bola e, sem titubear, emendou lindo voleio. Sim, suas contas estão certas: o gol foi o sétimo das Gurias.

    Bruna jamais perdeu uma partida de Gauchão/Foto: Gabriel Tadiotto/Juventude

    Simpático às estreantes, o domingo não seria encerrado sem o justo gol de Kamile. Em jogada mais uma vez tramada por Mariana Pires, Wendy entrou na área rival pela esquerda e, diante da saída de Mari, apenas rolou para o retângulo menor. Por ali, comprovando o faro de gol de quem encerrou o Brasileiro Sub-18 na artilharia das Gurias, a camisa 18 chegou batendo de canhota, sem caprichos, para encerrar o placar. Na primeira prova da luta pelo Tri consecutivo, o Inter era aprovado com láureas. Sigam as líderes!


    Ficha técnica:

    Internacional (8): Vivi (Mayara); Leidi (Vick), Bruna Benites (Duda Flores), Sorriso (Thessa) e Ari (Ariely); Isa Haas, Djeni e Mariana Pires; Wendy, Rafa Travalão (Kamile) e Maranhão. Técnico: Maurício Salgado.

    Gols: Rafa Travalão, aos 19’/1ºT e 44’/1ºT, Djeni, aos 7’/2ºT e 29’/2ºT, Maranhão, aos 13’/2ºT, Wendy, aos 15’/2ºT e 41/2ºT, e Kamile, aos 44/2ºT (I).

    Arbitragem: Gutiérrez dos Santos Vasques, auxiliado por Ronei Zwirtes e Marcelo Luis Krindges.

    Estádio: Homero Soldatelli.

    Imagens

    Fotos: Gabriel Tadiotto/Juventude