• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Gurias Coloradas goleiam Brasil de Farroupilha na partida de ida das semifinais do Gauchão Feminino

    Gurias conquistaram vitória importante em Farroupilha/Foto: João Callegari

    As Gurias Coloradas abriram em grande estilo as semifinais do Gauchão Feminino! Na manhã deste domingo (14/11), o Clube do Povo venceu os primeiros 90 minutos do embate com o Brasil de Farroupilha, disputados no Estádio das Alterosas, pelo placar de 6 a 1, gols de Fabi Simões, Djeni, Belinha, Priscila, duas vezes, e Bruna Benites.

    Com o resultado, as coloradas garantem importante vantagem para a partida de volta, marcada para as 15h do próximo sábado (20/11), no Sesc Protásio Alves. Na luta pelo Tri consecutivo, as Gurias podem perder por até quatro gols de diferença que garantirão vaga na final do Rio Grande do Sul.

    Time está em vantagem na luta para chegar à final/Foto: João Callegari

    Corredor esquerdo abre o caminho

    Diante da melhor equipe do interior do estado, que encerrou a primeira fase na vice-liderança do grupo A, as Gurias Coloradas disputaram início de partida bastante truncado na Serra gaúcha. A primeira boa chance saiu aos 12, quando Shashá, que abriu o duelo na meia-esquerda, avançou até a lateral da grande área antes de levantar na segunda trave. Com espaço, Wendy conseguiu bonito domínio antes de finalizar para milagre da goleira Bina.

    Wendy quase abriu a conta no início/Foto: João Callegari

    Percebendo o espaço ofertado para suas extremas, Maurício Salgado decidiu inverter os lados das atletas, e a alteração logo se desdobrou no primeiro gol colorado. Pela esquerda, Wendy escapou em altíssima velocidade e serviu Fabi em profundidade, nas costas da zaga. Após dominar colocando na frente, a camisa sete não titubeou diante da saída da goleira para, rasteiro, mandar às redes.

    Fabi chegou a sete gols no Gauchão 2021/Foto: João Callegari

    Em desvantagem, o Brasil passou a agredir mais a defesa colorada, construindo tramas sempre protagonizadas por Bruna Lisandra. Aos 31, a atleta aproveitou sobra de confusão no lado direito da área vermelha e, de primeira, chutou forte, mas pela linha de fundo. A camisa 10 das serranas voltou a assustar em cobrança fechada de falta, que foi enviada à linha de fundo por Djeni. Do escanteio surgiu o último lance de perigo das locais antes do intervalo, consequência de cabeceio da zagueira Joyce.

    Uh! Fabiana!/Foto: João Callegari

    A resposta das Gurias à postura ambiciosa do time da casa veio em lindo lançamento de Djeni, que achou Wendy livre na esquerda do ataque. A charrua progrediu com espaço e, já na pequena área, finalizou para defesa providencial da arqueira. No rebote, a camisa nove do Internacional até superou a goleira, mas teve o arremate cortado, em cima da linha, por Adri. Ato contínuo, Fernando Varani, técnico adversário, tentou reencaixar sua zaga através da realização de duas mudanças ainda no primeiro tempo.

    Demonstrando maus modos para uma visitante, Wendy não permitiu que as recém-alçadas do Brasil se encontrassem em campo, e tratou de armar mais uma escapada com Fabi. Essa, parada com falta. E falta, para Djeni, é sinônimo de gol. A um passo da grande área, próxima da quina esquerda do retângulo, a camisa oito superou a barreira e acertou a gaveta para marcar o último da etapa inicial.

    Vitória vira goleada

    As Gurias retornaram famintas dos vestiários, e pouco custaram para ampliar a conta. Aos cinco, Rafa Travalão cobrou falta da esquerda da área rival com açúcar para cabeceio de Belinha. A lateral-esquerda, que pela primeira vez desde que retornou de lesão iniciava uma etapa final, infiltrou em velocidade e desviou sem chances para a arqueira, que até tentou, mas não conseguiu impedir o tento.

    Belinha marcou o terceiro do Inter/Foto: João Callegari

    Logo depois do gol, Maurício promoveu as primeiras mudanças no Inter. Ariane, Maranhão, Mileninha e Maiara entraram nas vagas de Belinha, Wendy, Rafa Travalão e Mariana Pires, assim renovando o fôlego de defesa, meio e ataque do Clube do Povo. A primeira trama das substitutas foi finalizada por Djeni, que tirou tinta do travessão e suspiros da torcida colorada no minuto 23.

    A campanha das Gurias no Gauchão 2021 conta com uma regra mais do que consagrada junto à torcida. A Lei de Priscila registra que, quando a camisa 19 está em campo, o placar está proibido de permanecer em branco. Artilheira do Inter no Estadual já antes da partida, com oito gols marcados, a atacante potiguar somou mais dois no Estádio das Castanheiras.

    A vibração da artilheira/Foto: João Callegari

    O primeiro saiu aos 34, em bonita jogada individual que envolveu disputa de corpo com a zaga e fatal arrancada que superou com facilidade a última linha de marcadoras do Brasil. Depois, aos 41, Priscila não perdoou a hesitação da zaga, que falhou em afastar falta cobrada por Djeni, e mandou de primeira, colocado, para as redes.

    As donas da casa descontaram aos 44, em bonito gol de Bianca. Bonito, também, foi o sexto e último do Inter, marcado por Bruna Benites. Ou melhor, lindo. Da esquerda, Djeni cobrou escanteio endereçado à segunda trave, onde a capitã subiu soberana e testou forte para encerrar a conta no ensolarado domingo véspera de feriado.

    Xerife Benites (E) decidiu/Foto: João Callegari

    Ficha técnica:

    Brasil de Farroupilha (1): Bina; Adri (Tanque), Letícia, Joyce e Yasmin (Duda); Bahia (Bianca Bender), Andressa (Laysa) e Bruna Lissandra; Barbosa, Keka (Yasmin R.) e Luana. Técnico: Fernando Varani.

    Internacional (6): Vivi; Leidi, Bruna Benites, Sorriso (Isa Haas) e Belinha (Ari); Djeni, Mariana Pires (Mai), Wendy (Maranhão) e Shashá; Rafa Travalão (Mileninha) e Fabi Simões (Priscila). Técnico: Maurício Salgado.

    Gols: Fabi Simões, aos 28’/1ºT, Djeni Becker, aos 43’/1ºT, Belinha, aos 5’/2ºT, Priscila, aos 34’/2ºT e 41’/2ºT, e Bruna Benites, aos 45’/2ºT (I).

    Estádio: Estádio das Castanheiras.

    Imagens

    Fotos: João Callegari