• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Guerrero completa dois anos de Inter em grande estilo

    Brabo, artilheiro, gringo ou matador, não faltam adjetivos para descrever Paolo Guerrero. Independente do apelido que você escolha para o peruano, unânime é o reconhecimento à grande fase que o centroavante vive com o manto vermelho. Um dia após completar dois anos de Inter, o camisa 9 colorado deu show nesta quinta-feira (13/08) de vitória do Clube do Povo sobre o Santos. De cabeça, abriu o placar no início da etapa final. Depois, já no encerramento da partida, serviu linda assistência de calcanhar para o gol de Edenilson.

    Anunciado pelo Inter em pleno Dia dos Pais, 12 de agosto de 2018, o peruano foi oficialmente apresentado três dias depois, data de seu desembarque em Porto Alegre. Recepcionado com festa ainda no Aeroporto Salgado Filho, o centroavante foi igualmente ovacionado nas arquibancadas do Beira-Rio, que receberam milhares de colorados e coloradas dispostos a dar boas-vindas ao artilheiro.

    A estreia de Guerrero com a camisa colorada ocorreu no ano seguinte, em nova data especial. Dia em que o Beira-Rio completou 50 anos de história, o 6 de abril de 2019 também ficou marcado pela primeira partida do peruano no Inter. Disposto a recompensar as mais de 30 mil pessoas que ignoraram a chuva para lotar o Gigante, o craque teve grande atuação no tapete verde da Padre Cacique, e inclusive marcou, logo na etapa inicial, bonito gol de cabeça, tento de número um dos 20 que anotaria na temporada passada.

    O artilheiro segue vivendo boa fase em 2020. Após encerrar seu primeiro ano de Inter com média aproximada de meio gol por jogo, na atual temporada Guerrero já mandou nove bolas para as redes em apenas 14 exibições.

    Responsável por marcar, sobre o Tolima, gol que classificou o Inter à fase de grupos da Libertadores, o craque soma mais outros dois tentos na principal competição das Américas, ambos anotados contra a Universidade Católica-CHI. As estatísticas também foram positivas no Gauchão, campeonato no qual Guerrero balançou as redes em quatro ocasiões. No Brasileiro, por fim, o peruano já fez a torcida colorada sorrir em duas oportunidades, assim figurando entre os artilheiros do torneio.

    “Felicidade de ter dois anos em um Clube tão grande como é o Inter. Tomara que venham muitos anos, estou muito feliz aqui, fazendo o meu trabalho, fazendo gols, que é o mais importante. Tomara que esse ano seja abençoado, estamos trabalhando muito, bem concentrados, para que tudo dê certo e a gente possa comemorar um título!”

    Guerrero sobre atingir o feito

    Dono de 29 gols marcados em 55 partidas disputadas pelo Inter, Guerrero está em casa no Beira-Rio. Prova irrefutável é a simpatia do craque por balançar as redes do Gigante, palco que já presenciou 21 tentos do artilheiro. Na lista dos principais goleadores do Estádio pós-reforma, o peruano ocupa a terceira colocação, a três gols de distância de Nico López, segundo, e cinco do ídolo D’Alessandro, líder da nominata.

    A frieza dos números, porém, não retrata com precisão a excelência da trajetória que Guerrero vem construindo com o manto vermelho. Jogador diferenciado, o artilheiro reúne todas as características fundamentais para um centroavante matador. Fatal no jogo aéreo e carrasco com a perna direita, raramente desperdiça uma oportunidade de superar o arqueiro rival. Dono de técnica refinada, encanta a torcida a cada domínio no peito ou pivô que executa em cima da zaga adversária. Perito em finalizações de qualquer distância, já se mostrou, também, um ás nas cobranças de falta.

    Para além dos tentos, o inteligente atleta sabe, igualmente, ser garçom, como comprovam as duas assistências que já ofereceu no ano. Consciente da responsabilidade de carregar a camisa 9 do Inter, é, ainda, um líder do grupo, a ponto de já ter empunhado a faixa de capitão em algumas oportunidades. Sem exagero nenhum, Guerrero faz por merecer o rótulo de centroavante completo. Exatamente desta forma é tratado pela Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, a quem tanto já fez sorrir. Dale, Paolo!