Associe-se

O sábado no embalo de Duda Sampaio: campeã brasileira Sub-20, craque estreia com assistência na Copa América

Duda estreou na Copa América com assistência/Foto: Thais Magalhães/CBF

Duda Sampaio segue colecionando momentos inesquecíveis na temporada 2022. Vice-artilheira colorada no Brasileirão A1 e jogadora com mais passes para gol no torneio, a meio-campista viveu uma noite especial neste sábado (09/07). Primeiro, a craque se sagrou campeã nacional Sub-20 com as Gurias. Mais tarde, estreou com linda assistência na Copa América Feminina.

No sábado passado, Duda foi finalista no Sub-20/Foto: João Callegari

Titular das Gurias na partida de ida da final do Brasileirão Sub-20, Duda serviu Mileninha na jogada do gol que definiu a vitória de 2 a 0 do Inter sobre o São Paulo, conquistada no sábado passado (02/07). Somado ao empate de 2 a 2 desta noite, o resultado fez do Clube do Povo o primeiro time a conquistar dois títulos nacionais femininos de base em uma mesma temporada, já que a categoria Sub-17 também foi campeã do país no último mês de maio.

Duda, porém, não esteve em campo na finalíssima nacional – mas por uma boa causa. Minutos após o Inter ser coroado campeão em Santana da Parnaíba, o Brasil enfrentou a Argentina na rodada de abertura da Copa América Feminina de 2022, competição em que a craque colorada estreou fazendo o que sabe de melhor: dando assistência milimétrica para uma companheira de ataque.

Neste sábado, ela deu assistência em Superclássico/Foto: Thais Magalhães/CBF

Alçada a campo pela técnica Pia Sundhage aos 26 minutos da etapa final, a camisa 14 do Brasil precisou de pouco tempo para justificar a confiança da comandante canarinho. Dona de oito assistências na atual edição do Campeonato Brasileiro A1, Duda Sampaio exibiu a qualidade tão bem conhecida pela torcida colorada para servir Debinha com lindo passe em profundidade.

Rasteira, a bola correu por mais de 30 metros até encontrar a camisa nove, que driblou a goleira antes de marcar, de perna canhota, pela 50ª vez com as cores do Brasil. O gol, que saiu aos 41 minutos, foi o último da vitória de 4 a 0 da Seleção, que àquela altura balançara as redes rivais com Bia Zaneratto, em duas ocasiões antes do intervalo, e Adriana, já no segundo tempo.

Duda comemora com Debinha (9)/Foto: Thais Magalhães/CBF

Inicialmente chamada apenas para os amistosos preparatórios da Seleção Brasileira para a Copa América da Colômbia, Duda foi convocada para a competição continental após lesão da atacante Gabi Nunes. Reforçado pela 10 colorada, o Brasil ainda enfrentará, na primeira fase do torneio, o Uruguai, na próxima terça-feira (12/07), a Venezuela, na segunda seguinte (18/07), e o Peru, na penúltima quinta do mês (21/07).

Duda brilhou em uma das maiores rivalidades do mundo/Foto: Thais Magalhães/CBF

Divididas em dois grupos, 10 equipes disputam a Copa América Feminina de 2022. Bolívia, Chile, Colômbia, Equador e Paraguai estão na chave A, sediada no Estádio Pascual Guerrero, em Cali. Já o pentagonal do Brasil tem como palco o Estádio Centenário de Armenia. Encerrada a primeira fase, líder e vice de cada grupo avançarão para as semifinais, enquanto os terceiros colocados decidirão o quinto lugar. Todos os duelos eliminatórios ocorrerão em jogo único.