• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Sub-20 empata em 1 a 1 com o Coritiba na abertura das semifinais da Copa do Brasil

    Inter empatou em 1 a 1 com o Coritiba/Foto: Jota Finkler

    O Celeiro de Ases abriu na tarde desta segunda-feira (31/05) a disputa por vaga na decisão da Copa do Brasil Sub-20. No Sesc Protásio Alves, os comandados de Fábio Matias empataram em 1 a 1 com o Coritiba. Matheus Cadorini, após linda tabela com Juan Cuesta, marcou o gol do Inter na igualdade.

    A partida de volta das semifinais ocorre na próxima sexta-feira (04/06), a partir das 15h15, no Couto Pereira. Vale lembrar que o gol marcado fora de casa não é critério de desempate na competição. Assim, nova igualdade leva a decisão para os pênaltis, enquanto o vencedor garante vaga na final.

    Vini Mello (9) e Cadorini (19) comemoram o empate/Foto: Jota Finkler

    Inter domina

    Melhor na etapa inicial, o Celeiro de Ases apresentou muita força pelo corredor esquerdo de ataque, ocupado principalmente por Juan Cuesta e o meio-campista Igor. Acompanhados por Vinicius Mello, responsável por oferecer profundidade, e Estêvão, com liberdade pelo centro, os dois perturbaram a defesa alviverde e cavaram seguidas faltas e escanteios para o Inter.

    Inter, de Vini Mello, pressionou durante os 90 minutos/Foto: Jota Finkler

    Estêvão, aos 18, recebeu cruzamento de Igor, servido por Cuesta, e invadiu a grande área pelo centro. Livre, soltou canhotaço que Rafael defendeu. A outra grande oportunidade colorada chegou aos 43, desta vez pela direita, flanco explorado por Vinicius Tobias, que serviu Vinicius Mello. Travado, o camisa nove não finalizou em cheio, permitindo novo milagre do goleiro rival.

    De sua parte, o Coritiba apostava principalmente nos escapes laterais, brecados pelo Inter. A outra arma alviverde respondia pelo nome de Luizão, centroavante simpático ao pivô, mas que conseguiu se impor em uma única ocasião, quando invadiu a área pela esquerda e cruzou rasteiro, para ninguém. Assim, a etapa inicial chegou ao fim com o placar zerado.

    Tiago Barbosa foi titular na zaga colorada/Foto: Jota Finkler

    Pintura de Cadorini, brilho do goleiro

    O Inter retornou dos vestiários tão ofensivo quanto esteve na etapa inicial, mas com a novidade de apostar mais no corredor direito. A receita foi mantida mesmo com o gol dos visitantes, marcado aos 11, por Luizão. Ao tento, Fábio Matias inclusive respondeu com as entradas de Matheus Cadorini, no comando de ataque, e Matheus Dias, novidade no gás do meio de campo.

    A estrela de Matias, uma vez mais na Copa do Brasil, mostrou seu brilho. Aos 25, Cadorini e Cuesta construíram linda tabela pelo alto e, sem deixar cair, o centroavante colorado mandou de canhota, no canto, para empatar. Pouco depois, o artilheiro foi derrubado por Diogo. Pênalti, que Rafael, vilão da tarde, defendeu. Mantida até o último apito, a pressão do Inter não encontrou virada que seria justa, e o teimoso 1 a 1 foi confirmado como placar final.


    Ficha técnica:

    Internacional (1): Lucas Flores; Vinicius Tobias, Tiago Barbosa, João Felix e Jonathan; Lucas Vital, Igor (Matheus Dias) e Estêvão (Pedrinho); Cleberson (Matheus Cadorini), Vinicius Mello e Juan Cuesta. Técnico: Fábio Matias.

    Coritiba (1): Rafael; Diogo, Thalisson, Marcio e Ângelo; Maicky (Douglas), Bernardo e Biel (Jean Gabriel); Ruan (Geovane), Luizão (Iruan) e Kaio (Lucas). Técnico: Jorge Leão.

    Gols: Luizão, aos 11’/2ºT (C). Matheus Cadorini, aos 25’/2ºT (I).

    Cartões amarelos: Thalisson, Kaio, Diogo e Biel (C).

    Arbitragem: Roger Goulart, auxiliado por Fabricio Lima Baseggio e Maíra Mastella Moreira. Quarto árbitro: Rafael Rodrigo Klein.

    Estádio: Sesc Protásio Alves.