• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Cria do Celeiro de Ases, Taffarel conversa com goleiros da base colorada

    Um papo franco e cheio de lições. Assim pode ser resumida a conversa, ocorrida na tarde desta terça-feira (02/06), que mobilizou os goleiros das categorias da Base Colorada. Através de uma vídeo conferência, Cláudio Taffarel, um dos maiores goleiros da história do futebol e formado como atleta no Internacional, conversou com os guris e com preparadores de goleiros.

    Taffarel (E) durante a conversa feita com profissionais do Inter (D)

    A finalidade da reunião, feita por videoconferência, foi apresentar uma das maiores referências de goleiros nascidos em termos futebolísticos no Clube. Os goleiros da base alvirrubra não puderam ver Taffarel jogar, mas, na última semana, receberam materiais sobre a trajetória dele para estudo, além textos e vídeos.

    Taffarel contou detalhes da sua carreira, que teve sucesso no Internacional, em clubes italianos e no Galatasaray, da Turquia. A Seleção Brasileira também foi muito lembrada durantes as histórias contadas e também nas perguntas. O encontro contou ainda com a participação Daniel Pavan, que é o preparador de goleiros do time principal masculino do Inter.

    O coordenador da preparação de goleiros das categorias de base do Colorado, Leonardo Martins, avaliou a experiência: “foi muito bom ter esse contato com o Taffarel, para conhecermos como eram os treinamentos, as potencialidades dele e as dificuldades. Buscamos a reflexão em cima do nosso trabalho atual, analisando a essência da formação de goleiros na base. O segredo do Inter é muita técnica e muito trabalho, e nós queremos melhorar ainda mais”.

    Taffarel, que atualmente é o preparador de goleiros da Seleção Brasileira, deixou uma mensagem, no fim, para todos os futuros goleiros colorados: “vocês devem agradecer muito a Deus por trabalharem em um clube como o Inter e com profissionais tão bons, mas não esqueçam: se não tiver paixão e determinação de ir para um treino e atingir seus objetivos, não vai para frente. Hoje há muitos goleiros, a concorrência sempre vai aumentar, por isto é preciso ter um diferencial na técnica, principalmente, para conseguir seguir a carreira”.

    Taffarel começou a jogar profissionalmente no Internacional já no Campeonato Brasileiro de 1986, quando foi uma das revelações da competição e passou a ser presença em convocações da Seleção Brasileira, onde jogou três Copas do Mundo – edições de 1990, 1994 e 1998 – e soma pela Seleção principal 104 jogos oficiais disputados e nove partidas não oficiais, além de compromissos realizados pela Seleção Olímpica e pela seleção que disputou um Pan-americano.