• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Bruno Méndez concede entrevista coletiva

    A preparação colorada para a 23ª rodada do Campeonato Brasileiro segue intensa, e quem concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira (30/9) de antevéspera da visita ao Mineirão foi o zagueiro Bruno Méndez. Pilar da defesa do Clube do Povo, que vive grande momento na temporada, o uruguaio analisou a partida do próximo sábado (02/10), quando o Inter enfrentará o Galo, no Mineirão, a partir das 21h.

    “Hoje em dia, lutamos por um lugar na Libertadores, uma vaga direta. O Campeonato é muito difícil, os times são muito fortes, mesmo os que estão na zona. Agora, temos uma final contra o Atlético-MG, que está na liderança do Brasileirão. Nós trabalhamos não só para esse jogo, mas para todos. O ataque rival é um dos mais fortes do Brasil, não só o ataque, mas todo o time é muito bom. Vai ser um jogo difícil, mas estamos preparados para buscar os três pontos lá, de visitante, como em outros jogos.

    Bruno Méndez

    Invicto e com 100% de aproveitamento no returno do Brasileirão, o Inter não foi vazado nas últimas quatro partidas que disputou. Em todas estas, a dupla de zaga colorada contou com Bruno Méndez e Victor Cuesta, parceiro que o Charrua elencou, ao lado de Gabriel Mercado, como um de seus principais conselheiros no vestiário alvirrubro.

    Eu recebo muita ajuda dos meus companheiros dentro do campo. Isso me deixa confiante para jogar mais solto, tranquilo. Victor Cuesta me ajudou bastante. O Mercado também, por falar a mesma língua. Como jogamos na parte defensiva, me ajuda muito a experiência que eles têm. São os colegas com quem mais falo, e conversar com os mais experientes me ajuda muito.

    Bruno Méndez
    Bruno Méndez (E) e Cuesta (D) têm formado a dupla de zaga colorada/Foto: Ricardo Duarte

    Atleta colorado desde o início de julho, Bruno caiu nas graças da torcida pela segurança de suas atuações. Após debutar como lateral-direito diante do São Paulo, em partida disputada no sétimo dia do mês de sua chegada, o charrua assumiu a função de zagueiro central a partir do Gre-Nal 433, clássico jogado apenas 72h após sua estreia. Desde então, ele vive, de acordo com o próprio, período de grande amadurecimento como profissional.

    “Eu trabalhei muito, também mentalmente. Eu cometia muitas faltas, e foi um amadurecimento meu, também fora de campo, de cometer menos faltas e receber menos cartões. Ainda sigo trabalhando nisso. Com respeito à bola aérea, é algo que trabalho fisicamente, a potência, para ter um impulso melhor e ganhar por cima. Trabalho fora de campo para, como não sou muito alto, me destacar em outro aspecto.”

    Bruno Méndez

    Bruno também compartilhou os méritos de sua evolução com Diego Aguirre. Charruas, os dois desembarcaram em Porto Alegre de maneira quase simultânea. À época, a defesa colorada convivia com contestações pela quantidade considerável de tentos sofridos. Passados quase três meses, o Inter hoje goza de oito partidas de invencibilidade no Brasileirão, números que Méndez atribuiu ao intenso do trabalho do grupo.

    “É trabalho. Com a chegada do Diego, e eu cheguei com ele, focamos em tomar menos gols. Essa foi a principal coisa. Primeiro, a defesa; depois, o ataque. Como você falou, foram, de 14 jogos, 10 sem tomar gols. Isso é do grupo. Começa com o Yuri, o Paolo, até lá atrás. É graças a todo o time.”

    Bruno Méndez

    Não foi somente o desempenho de Bruno nas quatro linhas, verdade seja dita, que lhe valeu pontos com a Maior e Melhor Torcida do Rio Grande. Fora de campo, o uruguaio também demonstra grande identificação com a biografia do Clube do Povo, simbiose atestada com participação em ações sociais ao lado do ídolo Dunga, e também com presença na cerimônia de reabertura do CT de Alvorada.

    “Desde a primeira vez que o Inter entrou em contato comigo, por telefone, senti muito interesse da parte do Clube, e essa foi a principal luz que se prendeu na minha cabeça para vir para aqui. Estava com muita, muita vontade, pelo Clube que o Inter é, o que representa, não só para o Brasil, mas para o mundo. Queria estar aqui, e sei que a gente, jogador, é exemplo para outras pessoas. Então, tudo que é extracampo é importante, como ir no CT e conversar com os mais jovens.”

    Bruno Méndez
    Bruno Méndez (E), Alessandro Barcellos, Heitor e Taison (D) na reabertura do CT da base/Foto: Felipe Bortoluzzi

    Por fim, Bruno ainda comemorou a volta da torcida ao Beira-Rio. Ainda em meio à pandemia, mas seguindo à risca os protocolos sanitários determinados pela CBF e pelos governos estadual e municipal, a casa colorada poderá reabrir para receber público no próximo jogo do Campeonato Brasileiro, novidade que, nas palavras de Méndez, deixa todo o grupo emocionado.

    “Agora, com a volta do torcedor, estou muito, muito feliz. Estamos muito emocionados, porque fazia tempo que não jogávamos com a torcida, e sabemos como é difícil para o visitante jogar com torcida aqui no Beira-Rio. Então, estou feliz, e vai nos ajudar muito.”

    Bruno Méndez
    Bruno já tem grande identificação com o Inter/Foto: Ricardo Duarte