• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Boschilia é apresentado e declara: ‘chego com muita gana de vencer’

    Mais novo reforço colorado para a temporada de 2020, Gabriel Boschilia foi oficialmente apresentado à torcida e imprensa na tarde desta quinta-feira (30/01). Anunciado na última terça (28/01), o meio-campista de 23 anos se mostrou empolgado com a oportunidade de vestir a camisa colorada, vontade esta que, como revelou, carrega consigo desde o primeiro contato com a direção do Clube do Povo. “Quando surgiu o interesse do Internacional eu não tive nenhuma dúvida em falar para os meus representantes que queria estar aqui. Desde o começo, todos os dirigentes aqui do Clube sabiam da minha decisão, assim como no Monaco. Senti algo pessoal, a história do Clube, competições que disputa, projeto, profissionais que aqui estão… tudo isso fez eu tomar a decisão de vir para cá.”

    A coletiva de apresentação do atleta foi aberta pelo vice-presidente de Futebol colorado Alessandro Barcellos, que destacou o currículo extenso do jovem reforço alvirrubro. “O Boschilia chega com uma importante experiência de quatro temporadas e meia fora do país, na Europa. Foi para lá jovem. Um jogador de Seleção Brasileira de base, vice-campeão mundial Sub-20, e que se trata de uma convicção do departamento.” Na sequência, o diretor executivo Rodrigo Caetano fez questão de revelar a importância que a vontade de Gabriel em vestir a camisa alvirrubra exerceu durante as tratativas, que se estenderam ao longo de aproximadamente dois meses. “Esta negociação durou cerca de 60 dias, e foi fundamental a demonstração de vontade por parte do atleta, que deixou claro ao Monaco que queria voltar ao Brasil, e ao Internacional. Quando os objetivos se encontram, fica muito mais fácil atingir o sucesso.” Os diretores ainda citaram a presença do presidente Marcelo Medeiros, que prestigiou a entrevista realizada na Sala de Conferências do CT Parque Gigante.

    Confira os principais trechos da entrevista:

    Alessandro Barcellos:

    “É com imensa satisfação que a vice-presidência de Futebol, em nome da nossa direção, anuncia, hoje, perante imprensa, comunidade esportiva e nossos torcedores, a chegada do Gabriel Boschilia. Um jovem jogador, que vem para contribuir com o nosso grupo e chega com uma importante experiência de quatro temporadas e meia fora do país, na Europa. Foi para lá jovem. Um jogador de Seleção Brasileira de base, vice-campeão mundial Sub-20, e que se trata de uma convicção do departamento.”

    “Todas as decisões são sempre colegiadas sobre aquilo que é visto como necessidade de implementação no grupo e respeita as condições financeiras do Clube. Evidentemente, aqui é preciso ressaltar que a vontade do Boschilia foi fundamental para que pudéssemos concluir o negócio com êxito. Com muita satisfação, queremos desejar muita sorte e sucesso. Que possamos, juntos, fazer um grande ano de 2020. Esperamos muitas alegrias e vitórias juntos.”

    Rodrigo Caetano:

    “Agradecemos a compreensão de todos pela espera, estávamos acelerando os procesos para que, hoje mesmo, o Boschilia esteja no BID e inscrito nas competições que temos pela frente. Dito isso, saúdo também a presença de nosso presidente, quem chancela todos os movimentos do Departamento de Futebol.”

    “No caso do Boschilia, o Internacional tem um orçamento do qual não desvia um milímetro. Por conta disso, conduzimos a operação da maneira que nos era possível. Os investimentos acontecem conforme o tamanho do nosso bolso. Neste primeiro momento, trouxemos os direitos federativos e adquirimos 20% dos federativos. Temos, e esperamos concluir, a obrigatoriedade de mais 10%, e ainda existe a opção de mais 40%. É um modelo que encontramos neste ano, para essa janela, de trazer reforços jovens, com expectativa de reforço técnico e, posteriormente, financeiro também. Todos foram mapeados, os processos, respeitados, a partir de um levantamento com o nosso treinador. Atendendo a todas estas tarefas, o Internacional com certeza tem capacidade de executar este movimento.”

    “Boschilia participou da última conquista de um ‘intruso’, que não o PSG, no Campeonato Francês. O desempenho dele no São Paulo e nas Seleções de base também comprovam o que esperamos. Esta negociação durou cerca de 60 dias, e foi fundamental a demonstração de vontade do atleta, que deixou claro ao Monaco que queria voltar ao Brasil, e ao Internacional. Quando os objetivos se encontram, fica muito mais fácil atingir o sucesso. A expectativa é gigante, e tenho certeza que o Clube fez uma escolha correta, assim como você, Boschilia, também fez para a tua carreira. Conte com todos nós, e com a torcida colorada. Seja bem-vindo!”

    Gabriel Boschilia:

    “Boa tarde. Quando surgiu o interesse do Internacional eu não tive nenhuma dúvida em falar para os meus representantes que eu queria estar aqui. Desde o começo, todos os dirigentes aqui do Clube sabiam da minha decisão, assim como no Monaco. Senti algo pessoal, a história do Clube, competições que disputa, projeto, profissionais que aqui estão… tudo isso fez eu tomar a decisão de vir para cá.”

    Como avalia os primeiros anos de carreira

    “Fui cedo para a Europa. Cheguei no Monaco e fui emprestado para a Bélgica. Quando tive oportunidades por lá, aproveitei. No segundo ano na França, fui campeão, marcando 8 gols em 16 jogos. Então, tive uma lesão. Depois dela, tive alguns momentos difíceis, mas uma questão técnica, por não estar jogando. Dentro de campo, do meio para a frente estou à disposição do treinador. Estou aqui para ajudar. Entendo que minha passagem pelo exterior foi vitoriosa, e chego aqui com muita gana de vencer.”

    “Eu saí do Monaco para subir um degrau, vindo para cá. Pelo projeto, pelo Clube, pela história, a maneira com que conduziram as negociações, eu senti muita confiança, muita vontade. Quando vi esse conjunto, minha decisão não poderia ser outra que não vir ao Inter.”

    Características

    “Minhas características estão no arremate, cobrança de falta. Me considero rápido, tenho boa visão de jogo. Mas tudo isso eu preciso mostrar dentro de campo, não aqui, falando.”

    “Não tenho muito o que apresentar. Espero que a torcida colorada nos apoie, e retribuir o apoio com muita alegria. É grande a satisfação em estar aqui.”

    “Eu estou pronto para jogar. Estava em meio de temporada. Fisicamente, estou 100%. Hoje já vou treinar e estou à disposição do professor.”

    Com quem buscou informações sobre o Inter

    “Foram quase 60 dias de negociação. Quando começamos a falar, o elenco ainda estava em férias e o professor não estava acertado aqui. Venho acompanhando, já falei com o Marcos Guilherme, que conhecia de antes. Hoje tive um primeiro contato com os jogadores. Todos foram muito legais comigo, assim como Coudet, conversamos muitas coisas. Eu vinha acompanhando, e acho que estamos no caminho certo para um grande ano de muitas conquistas.”

    “O Oscar é um amigo meu. Alguém que considero muito. Tem uma história linda aqui. Quando chegou a ideia, minha mulher falou com a dele, que só disse maravilhas do Clube e da cidade. Fiquei muito feliz de ele me passar a confiança para estar aqui.”

    Revelação da base do Guarani, Boschilia foi negociado com São Paulo em 2012. No tricolor paulista realizou 44 jogos e, de lá, foi vendido ao Monaco (FRA), em 2015. O meio-campista também soma passagens pelas categorias de base da Seleção Brasileira, tendo disputado a Copa do Mundo Sub-17 no ano de 2013, anotando seis gols em quatro partidas. Em seu currículo, ostenta, ainda, convocações para as categorias Sub-20 e Sub-21. No Velho Continente, Gabriel ainda atuou por Standard Liége (BEL) e Nantes (FRA). Com o Inter, o jogador assinou contrato até o final de 2022.

    Ficha do atleta

    Nome: Gabriel Boschilia

    Nascimento: 05/03/1996

    Natural: Piracicaba-SP

    Altura: 1,72m

    Carreira:

    2014| São Paulo

    2015| Monaco (FRA)

    2016| Standard Liége (BEL)

    2018| Nantes (FRA)

    2019| Monaco (FRA)

    Conquistas:

    2016| Copa da Bélgica

    2017| Campeonato Francês