• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    27x SuperEd: meio-campista assume artilharia do novo Beira-Rio

    Edenilson é o artilheiro do novo Beira-Rio/Foto: Ricardo Duarte

    Da genialidade de D’Alessandro à infiltração artilheira de Edenilson! A descrição do primeiro gol marcado por SuperEd no Beira-Rio serve de resumo ideal para o feito atingido pelo meio-campista no último sábado (13/11). Ao marcar duas vezes na vitória de 2 a 1 do Inter sobre o Athletico-PR, pela 32ª rodada do Brasileirão, o camisa oito do Clube do Povo chegou a 27 tentos anotados na casa colorada, superou D10s, que soma 25, e assumiu a artilharia isolada do Gigante pós-reabertura.

    “As alegrias que vivo nesse Clube são diferentes,

    são intensas, são marcantes. Eu amo este clube.

    Muito feliz em poder ajudar a equipe e, também, com a honra de

    me tornar o artilheiro do novo Beira-Rio!”

    Edenilson no Instagram
    Edenilson (8) ultrapassou D’Ale na artilharia histórica do novo Beira-Rio/Foto: Ricardo Duarte

    Contratado no final de março de 2017, praticamente três anos após a reinaguração do Beira-Rio, Edenilson levou cerca de seis meses para desencantar na casa do povo colorado. Assistido por cruzamento magistral de D’Alessandro, o primeiro encontro do camisa oito com as redes do Gigante ocorreu no dia 27 de setembro, e abriu o placar na vitória do Clube do Povo sobre o América-MG, resultado importante na caminhada que reconduziu o Inter rumo ao seu lugar de direito no futebol nacional.

    De cabeça, o gol em cima do Coelho sintetiza com perfeição uma das principais valências apresentadas por Ed ao longo das 246 partidas que o atleta já disputou com a camisa colorada. Dono de rara aceleração, o camisa oito não hesitou em atacar a área rival diante do espaço oferecido pela defesa nas cercanias da marca do pênalti. O jogador, que lê espaços como poucos, somente interrompeu o arranque para chegar às alturas e, delas, acertar o primeiro dos quatro indefensáveis testaços que já desferiu no Gigante.

    Primeiro gol de Edenilson foi marcado contra o América-MG/Foto: Ricardo Duarte

    Após encerrar sua primeira temporada de vermelho com apenas um gol no Beira-Rio, Ed reencontrou as redes da Padre Cacique logo no início de março de 2020. Contra o Cianorte, pela Copa do Brasil, o atleta marcou, de perna canhota, o segundo de vitória em cima dos paranaenses. Já o terceiro tento do craque no Gigante foi, também, o único do Gre-Nal 417, disputado diante de mais de 44 mil colorados e coloradas. Dois meses mais tarde, o camisa oito fecharia o ano com mais uma bola nas redes do América-MG.

    A estreia de Edenilson nas súmulas continentais chegou em 2019. Nos grupos da Libertadores, o camisa oito transformou o gramado do Beira-Rio em pista de atletismo e, da defesa ao ataque, levou poucos segundos para fazer o Beira-Rio explodir com o segundo do Inter em cima do River. Temporada que seria a mais artilheira do meio-campista como local até então, o ano ainda contaria com tento em semifinal de Copa do Brasil e golaços contra CSA, Avaí e Botafogo, no Brasileirão.

    Edenilson vazou o River na Libertadores de 2019/Foto: Ricardo Duarte

    O gol 10 de Edenilson no Beira-Rio contou com o garçom ideal. Mais uma vez servido pelo arco D’Alessandro, o camisa oito foi flecha para invadir a área do Pelotas e fazer o Gigante festejar pela primeira vez um gol seu em Gauchão. Ano dos golaços, predicado justificado pelas pinturas que o meio-campista fez contra Santos e Vasco, 2020 ainda reservaria mais uma irônica coincidência entre SuperEd e D10s. Diante do Palmeiras, em partida que marcou a despedida do ídolo argentino do Clube do Povo, o gaúcho de Porto Alegre abriu o escore do confronto no exato instante em que o décimo minuto era atingido nos cronômetros.

    Também pela temporada de 2020, mas já em 2021, Ed apresentou outro recurso que logo seria tomado como especialidade pela Maior e Melhor Torcida do Rio Grande. Nas respectivas rodadas 32 e 33 do Brasileirão passado, o meio-campista decretou as vitórias do Inter sobre Grêmio e Bragantino através de irrepreensíveis cobranças de pênalti. Agora craque da marca do cal, o veloz leitor de espaços se tornava, cada vez mais, artilheiro da confiança do povo vermelho.

    Especialidade em pênaltis começou na temporada passada/Foto: Ricardo Duarte

    Temporada alguma foi tão artilheira para Ed no Beira-Rio quanto 2021. Primeiro, no Gauchão, o camisa oito balançou as redes de nossa casa em três ocasiões, duas delas em cobranças de pênalti, expediente também usado para vazar o Olimpia-PAR na fase de grupos da Libertadores. Eleito melhor volante do Brasileirão de 2020, Edenilson abriu o Nacional de 2021 com 20 gols marcados no número 891 da Padre Cacique, número ampliado já na primeira rodada, quando nova penalidade virou tento, este celebrado contra o Sport.

    A regularidade de Edenilson no Brasileirão, torneio no qual ocupa a vice-artilharia, impressiona. No início da competição, quando o Inter oscilou, o camisa oito garantiu importantes pontos para a equipe, como na partida contra o Ceará, quando fez, de pênalti, o gol do empate colorado no Gigante. Na retomada alvirrubra, o craque seguiu protagonista. Diante do Fluminense, por exemplo, SuperEd marcou duas vezes, ambas de cabeça, no triunfo de 4 a 2.

    Os cliques do gol 25 de Ed/Fotos: Ricardo Duarte

    Edenilson igualou D’Alessandro na artilharia do novo Beira-Rio no último dia 19 de setembro. Em partida da segunda rodada do returno, o meio-campista foi decisivo para chegar ao gol 25 no Gigante. Nos acréscimos, a segundos do apito final, ele recebeu assistência de Yuri para, a dribles, conquistar a área do Fortaleza e garantir o 1 a 0 do Clube do Povo. Faltava um para SuperEd assumir o posto de goleador da casa vermelha, e o tento precisava sair diante da torcida alvirrubra.

    No sexto embate consecutivo disputado pelo Clube do Povo com presença de público no Beira-Rio, Edenilson foi protagonista para os presentes no Gigante. Na etapa inicial, o camisa oito empatou o jogo com chute rasteiro que Santos não defendeu, e Pedro Henrique, embora insistente, não impediu de encontrar as redes. Já no segundo tempo, o SuperEd esteve ainda mais demais! Cara a cara com o goleiro, ele reagiu ao descontrole da retaguarda do Athletico-PR com a sutileza das estrelas. De cobertura, mansamente, o Inter chegava ao 2 a 1.

    Ed viveu noite especial contra o Furacão/Foto: Ricardo Duarte

    Embalado pelos dois gols que marcou contra o Furacão, Edenilson disputará, nesta terça-feira (16/11), o primeiro superclássico de seleções de sua carreira. Convocado pela terceira vez consecutiva para a Seleção Brasileira, o meio-campista enfrentará a Argentina, fora de casa, em partida das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. Encerrado o duelo continental, o craque se incorporará ao elenco colorado que, amanhã, visita o Cuiabá, a partir das 19h, pela 33ª rodada do Brasileirão. Pra cima, Ed!

    Estamos contigo, Ed!/Foto: Ricardo Duarte