• Notícias
  • Clube
  • Futebol
  • Serviços
  • Clube de Vantagens
  • Inter Store
    Associe-se

    Coloradas assumem diretorias regionais de consulados em três estados

    Três representantes consulares do Sport Club Internacional assumiram recentemente a direção dos consulados de suas respectivas regiões, em três estados brasileiros. Apaixonadas por futebol e pelo Colorado, as torcedoras reforçam a participação feminina junto ao Clube do Povo, ocupando, cada vez mais, posições de destaque e liderança.

    Em Minas Gerais, a colorada Marianna Poeta atuou durante quatro anos como represente consular, e por outros dois na figura de consulesa de Belo Horizonte. Agora, a torcedora está à frente de mais de 30 consulados como diretora regional.

    “Fico muito honrada e agradecida em ser a primeira Diretora Regional em Minas Gerais. Como a maioria das mulheres, e não só elas, sofri algum tipo de preconceito, e, ao invés de me abater, trabalhei ainda mais, e assim continuarei. Fico muito feliz que o Clube sempre deu o respaldo necessário e que, cada vez mais, se preocupa com essa e tantas outras causas.”

    Marianna Poeta
    Marianna Poeta

    Marianna conta que tem conversado com os cônsules para entender as necessidades dos consulados e, desta forma, traçar um plano de trabalho bom para todos. Entre os objetivos, segundo ela, está a ideia de promover um trabalho voltado às crianças.

    “Muitos são filhos de gaúchos, mineiros de nascimento, e, pela distância de Porto Alegre e convívio com as amizades, família, podem, em algum momento, ter menos interesse pelo Inter. Então, quero buscar ferramentas para aproximar, ainda mais, o Clube com as nossas crianças mineiras coloradas.”

    Marianna Poeta
    Camilla Mattos

    Em Santa Catarina, a região da Grande Florianópolis também conta com uma nova diretora. À frente do Consulado da cidade de Tubarão, litoral do estado catarinense, desde 2019, Camila Mattos assumiu recentemente a direção dos 11 consulados que compõem a regional. Quando questionada sobre o feito, ela destacou a importância da presença feminina no futebol, em suas mais variadas funções.

    “É desafiador e, ao mesmo tempo, gratificante estar ocupando um espaço que, há pouco, era 100% composto por homens. O Relacionamento Social tem nos dado todo o apoio necessário para que tenhamos o melhor desempenho possível. Espero que isso ajude a convencer cada vez mais mulheres que o lugar delas é, sim, no futebol, e na função que elas quiserem: arquibancada, campo, comissão, nos consulados ou onde for”.

    Camila Mattos
    Juliana Birck

    Mudanças ocorreram também nos consulados da região do Alto do Jacuí, no Rio Grande do Sul. A regional, agora liderada pela colorada Juliana Birck, compreende 25 municípios, dos quais 17 contam com consulados ativos. Birck ressalta que, com o trabalho coletivo, será possível criar um vínculo ainda mais forte entre Clube e torcida.

    “É um desafio, onde no primeiro momento vem o medo e a incerteza pelo fato de eu ser mulher. Mas, como eu já conhecia o trabalho e as ações sociais de alguns consulados de minha regional, não tive problema algum. Entrei em contato via WhatsApp com cada cônsul, fazendo minha apresentação e me colocando à disposição para ajudá-los, tirando dúvidas e ouvindo sugestões para levar ao Relacionamento Social.”

    Juliana Birck

    No geral, o Relacionamento Social tem buscado valorizar as torcedoras e sócias de uma maneira mais ampla e inclusiva, de modo que todas possam se ver, de alguma forma, representadas, assim ressignificando sua atuação na vida do Clube. A diretora Feminina e de Inclusão alvirrubra, Janice Cardoso, salienta que, cada vez mais, o Inter registra um número expressivo de coloradas que se dedicam à instituição.

    “Os nomes dessas três coloradas para diretoras regionais foram recebidos com orgulho. Esperamos cada vez mais valorizar, empoderar e engajar as coloradas no trabalho para o Clube. É muito importante ter essa representatividade, especialmente porque, quem mora longe do Beira-Rio, a nossa casa, se sente acolhido pelos consulados, que são uma forma de aproximação do Inter com quase todas as 1.500 cidades onde temos associados”.

    Janice Cardoso
    Mulheres são cada vez mais protagonistas no Clube do Povo

    A escolha das novas diretoras regionais foi realizada de acordo com as diretrizes da política consular do Clube. Como explica Marcos Paulo Valentin dos Santos, diretor de Consulados do Inter, diversos aspectos foram considerados no processo, a exemplo dos resultados apresentados durante o período em que as torcedoras colaboraram com seus respectivos grupos.

    As coloradas escolhidas para representar suas respectivas regionais demonstravam uma atuação destacada em seus consulados, fator decisivo nas suas nomeações como diretoras. Todas elas haviam mostrado uma organicidade, um poder de coesão, e um trabalho de destaque em suas regiões.”

    Marcos Paulo Valentin dos Santos

    Atualmente, as mulheres somam cerca de 25% no quadro social do Clube, e o objetivo é ampliar consideravelmente este número através de ações de inclusão. Nos consulados, a ideia é de abrir espaço para que as torcedoras coloradas tenham a oportunidade de participar diretamente das atividades, com direito de decisão e voto.